segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O Aniversariante - Parte 3


Tentei acordar
o mais cedo que pude
e mesmo sendo
o meu aniversário,
eu não sentia nada de especial,
mas sabia que ela mudaria isso.

Nos encontramos
num restaurante
no centro da cidade.
Almoçamos e ficamos aos risos
com as brincadeiras dela,
com as insinuações,
e as tentações que me colocou.

Ainda teve espaço
para um milkshake
e para mais brincadeiras
que melhoraram muito o dia.

Saímos do restaurante
e fomos para um sebo
próximo a Praça Castro Alves.

Nos perdemos
naquela imensidão de livros,
mas no fim das contas,
compramos um DVD sobre Calígula
e um CD do Oasis.

Quando queremos,
conseguimos melhorar
tudo ao nosso redor.

Mais um ano
e é ela
o meu melhor presente.

(SRed)

domingo, 2 de dezembro de 2012

O Aniversariante - Parte 2


Acordamos depois do meio-dia
e começamos bem,
nos curtindo
e brincando com os bichos de estimação
das minhas irmãs.

Fomos embora
depois de almoçar
em direção a casa dela
e lá não foi diferente.
Nos curtimos bastante na cozinha,
em um daqueles dias
em que não dá vontade de ir embora.

Voltei pra casa
com um sorriso no rosto
e alguns planos
em mente.

(SRed)

sábado, 1 de dezembro de 2012

O Aniversariante - Parte 1


Estávamos no Rio Vermelho
no fim da tarde
para comemorar
o meu aniversário
e algumas cervejas
ajudaram a animar um pouco.

Saímos
e fomos dançar
e beber um pouco
em outro lugar,
e numa mistura de várias bebidas,
nos divertimos,
rimos de nós mesmos e dos outros
numa noite tranquila.

Chegamos de madrugada
e ela cuidou de mim.

Ela sempre faz isso
de várias formas.

(SRed)

Impaciência


Sou
muito impaciente
e por muitas vezes
isso estraga
tudo
ou deixam as coisas difíceis
por um certo tempo.

Nessas horas
tenho medo
de me exceder
e ser rude
com ela,
quando não deveria
e por motivos
tão pequenos.

Não quero testar
os seus sentimentos,
pois o amor
não é feito para isso
e por não aguentar
essas indas e vindas
ele acaba
e ponto final.

(Sred)

domingo, 18 de novembro de 2012

Simplicidade


Gostaria
que todos os finais de semana
fossem assim.

Sorrisos soltos
de brincadeiras simples,
abraçoes,
beijos
e cumplicidade.

Quanto mais vivo
a simplicidade,
mais preciso dela
pra continuar
a viver.

Sou viciado
nas rimas simples
e nos versos fáceis.
Complicar
qualquer entendimento,
é capricho
dos que pensam ser
mais
do que realmente
são.

(SRed)

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Noite boa de tudo.


- Muito bom dormir com você, amor :) - Ela disse
- Muito bom dormir sentindo o seu cheiro e tocando a sua pele! :) - Eu disse
- Somos dois cagões :)
- Porque dois cagões?
- Porque demos a sorte de nos encontrar, chato  ;)
- Hahaha somos cagões apaixonados! ;)

(SRed)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

A Saudade


Em pouco mais de 15 dias
eu pude desfrutar
da sua presença,
do seu bom e mau humor,
da sua alegria
e da felicidade que trás.

Aproveitei ao máximo
todas as manhãs
pra beija-la,
sentir seu cheiro,
ouvir seu sorriso pela casa,
abraça-la
e pra dizer o que sinto.

Depois que ela foi embora,
ficou um silêncio
que incomoda.
Olho a porta esperando o barulho da chave,
o telefone tocar
pra eu buscar no ponto
ou qualquer outro sinal.

A saudade aperta,
vem com ela a lembrança
desses dias recentes,
vem com ela a esperança
de viver isso
sempre.

Vamos em frente.

(SRed)

Os Hábitos


As luzes acesas sem ninguém no cômodo,
a pia molhada depois de lavar os pratos,
os papéis no sanitário,
os copos cheios de formiga na pia,
a TV ligada sem assistir,
calcinha dependurada em duas partes do banheiro...

Ela reclamando dos meus hábitos,
do meu short semanal (de cu)
e uma certa ordem no caos.

Agora isso faz falta,
mas faz parte do processo.

Tudo incluso no pacote.

(SRed)

Ouvidos Acostumados


Com o passar do tempo
algumas coisas que julgávamos importantes
perdem o seu valor,
simplesmente não fazem mais diferença
ou se fazem,
já não é mais importante
demonstrar.

Um gesto de carinho,
um elogio perto do ouvido,
um "eu te amo" de manhã ao acordar...

Hoje,
por ela,
consigo ver isso.

Está tudo esperado,
programado,
para os seus ouvidos acostumados.

(SRed)

O Perfume


Diversas vezes falei do cheiro dela,
mas nunca entrei em detalhes,
mesmo sendo tão importante pra mim.

Então, vamos lá!

A testa:
Um cheiro leve,
adocicado,
que é a marca registrada.
Foi sentindo-o que me apaixonei.

O rosto:
Tem o cheiro da maquiagem
que ela usa misturado
ao seu cheiro natural.
Quando beijo seu rosto,
esse cheiro fica em mim.

A nuca:
O cheiro mais simples
e o mais próximo do cabelo,
que por sinal,
está sempre limpo e cheirando bem.

As costas:
Quando estamos dormindo
ou ao acordar,
eu abuso de sentir esse perfume tão bom.

Todos os detalhes que eu passei
são bem simples
e não contam as sensações que tenho.

O cheiro dela me trás uma paz inexplicável
e uma sensação de felicidade incontrolável.
Por isso eu puxo e beijo sempre que posso,
mas isso são só palavras de significados simples, o que sinto vai além disso.

(SRed)

domingo, 4 de novembro de 2012

Feriadão de Finados


Final de semana
de feriadão
e ela parecia
um verdadeira dona de casa,
o tempo todo
na cozinha.

Mas eu gosto dela
perto de mim
e não numa cozinha
o tempo todo,
mas se for o caso,
aprendo a cozinhar
de verdade
e faço companhia
por lá
se ela quiser.

(SRed)

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Férias: Dia Extra


Acordei cedo
pra voltar
ao trabalho,
mas chegando lá,
a empresa estendeu
mais um dia na férias.

Voltei
e ela ainda dormia,
mas logo despertou
sem acreditar
porque eu estava lá.

Ficamos
mais um dia juntos,
ela volta
a trabalhar amanhã
e eu aproveito o tempo perto,
pra curtir
e esperar
pelos próximos
finais de semana.

(SRed)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Férias: Último Dia.1


Eram 11hs
quando acordei
e esperei
ela acordar também.

Fizemos
uma guerra de almofadas,
ela subiu nas minhas costas,
quase caímos
em cima da TV nova.

Nos abraçamos
sabendo
que essa rotina boa,
de estar perto,
já está no fim.

Almoçamos
e deitamos abraçados
num sono bom
a tarde inteira.

Ela fez cachorro-quente,
eu comprei dois pães de coco.
Assistimos Constantine
mais uma vez
e depois
ficamos na cama
lembrando dos dias
que se passaram,
conversando
e aproveitando um pouco
antes de dormir.

Mesmo assim
o sono não veio
e só peguei no sono
depois das 2hs
da madrugada,
mesmo tendo que acordar
as 4:40hs.

Agora
é só voltar
ao trabalho
e a rotina
com os clientes.

As "Férias.1" acabaram.

(SRed)

Férias: Décimo Quarto Dia.1


Depois de uma noite
tão boa,
onde todas as vezes
que ela mudou de posição,
me puxou pra perto,
acordamos e comemos um pouco
pra depois deitar
no sofá
com a nossa filhota,

Ela foi pra faculdade
e a espera
se passou em frente a TV,
jogando vídeo-game
e ouvindo música.

Depois que ela chegou,
ficamos um pouco mais
no sofá,
deitados
e vendo TV.

Ela virou-se pra mim
e dormiu.
Fiquei sentindo
o seu cheiro,
passando a mão
em seus cabelos
e abraçando forte.

A saudade
já está apertando.

(SRed)

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Férias: Décimo Terceiro Dia.1


O dia
passou rápido,
ouvindo música
e arrumando a casa,
passa mais rápido ainda.

Deixei
tudo no lugar
e ela chegou
antes do que eu
imaginava.

O clima entre
nós melhorou
instantaneamente
e ficamos assistindo um filme,
brincando com nossa filhota
e tirando fotos.

Fomos dormir
bem abraçados,
com uma paz nos rodeando
e nos deixando
bem melhores.

(SRed)

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Férias: Décimo Segundo Dia.1


Mais um domingo
de eleição
na capital baiana.
O segundo turno.

Acordamos
um pouco mais cedo
e saímos.
Depois que a deixei no ônibus,
só voltamos a nos falar
a noite.

A conversa não foi boa,
mas uma vez
resultado de uma indiferença
em sua personalidade
que se choca
com a minha.

Gosto de conversar
e resolver os problemas na hora,
pois acumular as situações
desagradáveis
pra falar de uma só vez,
nunca vai terminar bem.

E a falta de paciência
e calma pra resolver,
piora tudo,
sendo que também
falta vontade.

Terminamos de nos falar
e eu ainda continuei acordado
sem pensar em outra coisa.

(SRed)

domingo, 28 de outubro de 2012

Férias: Décimo Primeiro Dia.1


Os filmes
não agradaram
e acabamos assistindo
algumas coisas
na TV e depois
dormindo.

Acordei cedo
pra pagar algumas contas
e pra trocar
a resistência do chuveiro.
Mas essa segunda parte
não deu certo.

Passamos
o resto do dia
juntos,
inclusive almoçando
as suas experiencias
culinárias.

Fomos dormir
cansados,
pensativos
e juntos.

(SRed)

sábado, 27 de outubro de 2012

Férias: Décimo Dia.1



Tentamos
acordar mais cedo,
mas não foi possível.

Ela lavou os pratos,
eu enxuguei
e guardei,
e no meio disso
foram boas risadas.
A convivência está muito boa.

Ela estava
cheia de idéias
para o almoço
e com carne moída
e queijo,
fez uma ótima macarronada.

Nos encontramos a noite,
quando ela voltou
da faculdade
e ficamos escolhendo filmes
de terror pra assistir.

E o dia continuou.

(SRed)

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Férias: Nono Dia.1


Acordar tarde
se tornou
um hábito
inevitável.

E quando
ela vai pra faculdade,
o dia
se arrasta,
como se dormir
fosse a única
alternativa.

Ela chegou
pouco depois
das 23hs
e pouco antes
do apagão
que nos pegou
de surpresa.

Deitamos
e nos curtimos,
pegamos no sono
durante
toda a escuridão
da cidade.

(SRed)

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Férias: Oitavo Dia.1


Fiquei enrolando
na cama
antes de finalmente
levantar.

Em poucos dias,
me acostumei
com o cheiro dela
todas as manhãs
e hoje
foi diferente.

Levantei
e andei um pouco
pelo "apertamento",
nos falamos
um pouco
e sai
para fazer
compras.

Fazer isso
sozinho,
nunca foi
tão ruim.

Fiquei
grande parte do dia
sentindo falta
da presença dela,
no momento
evito imaginar
o dia
em que as férias
acabarem,
mesmo estando
tão perto
disso.

(SRed)

Férias: Sétimo Dia.1


Acordamos um pouco
mais cedo.
Ela nos estudos
e resumos
para entregar
na faculdade,
eu vendo TV
e ficando perto
o máximo possível
sem atrapalhar.

Ela
foi pra faculdade
e não voltou
pra casa
devido a algumas
pendências
e nos falamos
um pouco
por mensagem.

Fui dormir
com saudade
do cheiro dela
e lembrando
das noites
anteriores.

(SRed)

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Férias: Sexto Dia.1


Acordar tarde,
almoçar a comida
que ela aprendeu a fazer,
comer pipoca doce
quase queimada,
ver filme
de missões impossíveis
e jantar
a mesma comida boa.

Com uma boa trilha sonora
no fim da noite,
poucas
segundas-feiras
foram tão simples
e tão gostosas
de serem
vividas.

(SRed)

domingo, 21 de outubro de 2012

Férias: Quinto Dia.1


Acordamos
e nos curtimos um pouco
antes de sairmos
do quarto.

Almoçamos
próximos ao
Farol da Barra,
ela comendo
os caranguejos que tanto gosta,
eu comendo um filé infantil.

Boas risadas,
boas conversas
e o dia passando rápido,
sendo aproveitado
por nós.

Voltamos pra casa
um pouco cansados,
mas sei
que ela vai lembrar
desse dia.

(SRed)

sábado, 20 de outubro de 2012

Férias: Quarto Dia.1


Demoramos
um pouco
pra acordar,
mas finalmente
levantamos
e partimos pra festa
da minha família.

O Bregaragem.

Tudo ocorreu bem,
voltamos a ficar numa boa
e nos divertimos.

Fomos dormir
cansados,
mas aparentemente
valeu a pena.

(SRed)

Férias: Terceiro Dia.1


Mal fizemos as pazes
e já estamos
estranhos
novamente.

Esse tipo de coisa
vai minando
o relacionamento,
desgastando tudo
e nos deixando pra baixo
da pior forma
possivel.

Cheguei em casa
depois de 5 horas
de engarrafamentos
e esperas.

Conversamos
um pouco,
mas sempre fica
algo estranho
a resolver.

(SRed)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Férias: Segundo Dia.1


Pela primeira vez,
penso que aquela estória
de que todo clima ruim
não perdura
quando estamos perto,
já não existe mais.

Fomos dormir
na mesma cama,
mas separados
novamente
e quando acordamos
quase não nos falamos.
Pouca coisa, na verdade.

Assistimos um filme
sobre um casal
em crise
e continuamos
em nosso silêncio.

Não aguentando mais
o clima ruim,
fui conversar
e melhoramos bastante,
mas em mim
ficou a sensação
de algo perdido,
vou descobrir
com o tempo.

(SRed)

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Férias: Primeiro Dia.1


Nos momentos ruins
é muito difícil
se lembrar
dos momentos bons,
e parece
até que eles se escondem,
como se
nunca tivessem
existido.

É ainda mais difícil
pensar em outra coisa,
no que está errado,
no que nos rodeia
e sabendo
que nem tudo
está fora do lugar
ainda.

E isso
nos mantém
tentando melhorar.

Mas no momento
minhas atitudes
imaturas ou não pensadas
só me definem
de maneira ruim.

E ela tem
toda razão!
Vamos em frente?

(SRed)

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Branquinha.


Cheguei do trabalho
com aquela vontade
de tomar um bom banho
e ao abrir o box
percebo a calcinha dela
dependurada.

Não me incomodou,
até porque
ela não faz isso,
achei engraçado
pois muitos caras
falam disso.

Pensei com meus botões:
"Agora sim, somos quase marido e mulher".

Ri sozinho
e terminei meu banho
em paz.

(SRed)

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Nunca Mais.


Depois
de dois anos,
ela não aguenta mais
o meu macarrão com atum.

Mesmo quando
está com vontade
de comer macarrão,
o meu
é a ultima
opção.

Tenho que aprender
a cozinhar
coisas novas,
pois o que eu fazia
já não agrada mais.

Vamos em frente?

(SRed)

domingo, 14 de outubro de 2012

Entendeu bem?


Eu já pensei
em descrever
de várias formas
meus pensamentos
sobre você.

Mas eu não sei amar,
sem exclusividade.

Todas essas
declarações públicas,
essas coisas feitas
para agradar
os olhos alheios,
não fazem parte
dos meus planos.

É só pra você,
enquanto quiser.

(SRed)

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Não perdura


Nos falamos
grande parte
da manhã e nos encontramos
num shopping
a tarde.

Boas risadas,
boas piadas
e o tempo
passou rápido,
quando vimos
já era hora de deixa-la
na faculdade
e ir embora.

Quando
estamos juntos
nenhum clima ruim
perdura
e ter consciência disso
é muito bom.

(SRed)

Meio de semana


Nos falamos
antes de dormir
e dessa vez
foi bem
melhor.

Estamos
organizando uma viagem
para as proximas
semanas.

Fomos dormir
bem melhores,
apesar da distancia
que não ajuda em
nada.

(SRed)

domingo, 7 de outubro de 2012

Primeiro Turno


Passamos
o fim do sábado
e o início do domingo
juntos.

Sábado foi feito
de batatas fritas
e filme,
mas fui dormir antes
porque o sono
apertou.

O domingo foi para eleição
e não ficamos
muito tempo
juntos.

Enquanto pra mim
tudo estava bem
e o clima ruim da semana
tinha passado,
pra ela estava estranho
e não foi tão bom
quanto antes.

Tivemos uma conversa
ruim
que não terminou.
No fim das contas,
foi um dia ruim.

(SRed)

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Férias?


Semana ruim
pra mim.
Ela de férias do trabalho
e eu pensando
que ficaríamos juntos,
mas não foi bem isso
que aconteceu.

Nos desentendemos
e o clima ficou estranho
entre a gente.
Não nos falamos muito
e quando isso aconteceu,
nos tratamos
sem naturalidade.

Sei
que quando estamos perto
iso não dura,
mas ela
cheia de coisas da faculdade
também fica sem tempo
pra gente.

Entendo isso
e não crio caso.
Vamos em frente.

(SRed)

domingo, 30 de setembro de 2012

Frio em frente ao mar.


Domingo de sol
e vento frio.
Aniversário do meu pai
num restaurante em frente ao mar
e ela comigo.

Pedaços de picanha
com belas capas de gordura,
ela bebendo
um pouco de cerveja preta
e se apertando de frio.

Tentativa frustrada
de cinema
e um óculos de sol
comprado por ela.

Já em casa,
tentamos ver tv,
ela dormindo
e eu sentindo seu cheiro.

E pode até paracer piegas,
mas me apaixonei
por ela
novamente.

Fomos dormir
abraçados,
tudo estava bem.

(SRed)

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Tarde na Praça da Inglaterra


Acordei com o ânimo
abaixo dos pés
e o dia no trabalho
não ajudou.

E nessas horas
eu só penso nela,
que consegue
me deixar melhor
com muita
facilidade.

É a única
voz que quero ouvir,
o único
sorriso que quero escutar
e o único abraço
que quero receber.

Nos encontramos
depois do trabalho,
conversamos
com boas risadas
sobre diversos assuntos
e até de nós mesmos.

Mais uma vez
me apaixonei por ela,
tudo sem qualquer esforço,
sem qualquer controle,
como se fosse pela primeira vez.

Mas eu sei que vou
continuar me apaixonando
por muito tempo.

Por anos
e anos.

(SRed)

domingo, 16 de setembro de 2012

"Vou chorar hein?"


Estávamos no sofá
e no rádio informava
alguma coisa sobre a banda
Harmonia do Samba.

Ela disse que estava
com vontade de ouvir uma música
antiga da banda
e começou a cantar.

Lembrei que tinha a música no celular,
peguei o controle,
dei um mute no rádio
e coloquei a bendita música pra tocar.

Pra minha surpresa,
ela sabia todos os mínimos detalhes
da canção na versão ao vivo.
Fez coreográfias,
caras e bocas
enquanto cantava.
Foi muito engraçado.

Depois que acabou,
ela voltou
a ler o livro
que estava em suas mãos.
O apanhador no campo de centeio.

Que ela nunca perca esse humor
e que eu nunca a perca também.


(SRed)

Começando bem.


Fomos dormir
um pouco depois das 22hs
e só acordamos depois das 10hs;

A noite toda
dormimos de mãos dadas
e bem abraçados,
sem qualquer vontade de levantar.

Quando isso aconteceu
ela disse, surpresa:

 - Amor, são 10hs.
 - O tempo passa rápido quando estamos juntos.

Ela me abraçou forte
e assim começou
mais um dos nossos bons domingos.


(SRed)

R$47,00


A algumas semana atrás
ela tinha me falado
de uma festa
na casa de uma colega de trabalho.

Fez tanta propaganda
que tornou o evento
maior do que realmente era.

Ela levou cerveja
e morango
e eu como convidado
não precisava levar nada.
E partimos para a festa.

Tivemos que pegar
dois ônibus
para chegar
e ainda tivemos que andar um pouco
pra chegar.
A festa era
no fim de linha novo da boa vista de são caetano.
TENSO.

A dona da festa
era muito bacana,
mas não ficamos a vontade
com os outros, poucos, convidados
e não ficamos nem 90 minutos
no local e fomos embora.

47 reais em transporte
e bebida pra nada.
Isso é o que chamamos de programa de índio,
apesar que os índios
tem programas melhores que esse.


(SRed)

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Fim de semana na Ribeira - Parte II


Acordei cedo,
mas ela quis ficar na cama
até mais tarde
e assim,
levantamos depois das 10hs.

Tomamos café
e ouvimos boas histórias
e bons conselhos
da sua avó.

Me senti bem por lá.
As vezes meio sem jeito,
mas mesmo assim,
sentia uma tranquilidade
de quem foi bem recebido.

O dia passou rápido,
meu time deu 4x0 no vasco
e foi assim que numa casa de
democratas religiosos,
um ateu petista,
curtiu um bom descanso.

Dormimos de mãos dadas,
sabíamos que estava tudo bem.


(SRed)

Fim de semana na Ribeira - Parte I


Depois de trabalhar,
queríamos sair pra comer alguma coisa
e foi assim
que o nosso bom fim de semana
começou.

Passamos na casa da avó dela
antes de comer
e fomos convidados a dormir lá.

Foram boas risadas
e a noite com ela,
mais uma vez,
foi muito boa.

Tudo isso regado
a carne do sol com purê de aimpim,
cerveja preta
e sorvete da ribeira.

Encontramos amor,
muitas vezes quando não esperamos
e isso o torna tão complexo
e ainda mais gostoso de se viver.


(SRed)

sábado, 8 de setembro de 2012

Convencido, eu sei.


 - Sou louco por você, sua chata. - Eu disse
 - Eu amo você, seu chato.
 - Eu sei que você me ama.
 - Convencido.
 - Pra me aguentar, só me amando.
 - Ainda bem que você sabe.

Fomos dormir sorrindo.
Ela com a cabeça no meu peito,
como manda a nossa tradição.


(SRed)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

7 de setembro


Dia da independência
e lá estava eu,
na casa do pai dela,
que mesmo depois de dois anos
nem sabe meu nome.

Logo na chegada,
o irmão dela
já foi dizendo
que não era pra eu entrar.
Ele deve ter uns 6 anos.
Uma criança adoravel,
que justifica bem
o motivo pelo qual
não gosto de crianças.

Subi as escadas
e fiquei por um tempo olhando
um passarinho
e contando as horas pra ir embora.

Depois de um tempo,
ficamos na casa de uma tia dela.
Lá as pessoas sabiam meu nome
e falavam comigo.

Ficamos na sala,
ela dando atenção as pessoas
e olhando revistas de maquiagem,
e eu na sala
"assistindo" um dvd de José Augusto.

Agora aguanta coração...
Feliz dia 7 de setembro.

Obs: Na hora de ir embora
a mãe do menino (que não é a minha sogra),
fez ele pedir desculpas.
Fiquei mais sem graça
do que ele,
mas achei a atitude exemplar.


(SRed)

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Tudo.


 - Estou escrevendo pra você. - Eu disse
 - Sobre o quê? - Ela perguntou
 - Sobre você, chata.
 - E o quê mais?
 - Mais nada, você já é tudo.

Ela sorriu, tímida
e me beijou.
Mas não por muito tempo,
pois a gripe dela
não deixou.


(SRed)

Mesmo depois de 2 anos.


 - Sabia que eu te amo? - Eu perguntei
 - Não - Ela respondeu
 - E quando vai saber?
 - Não sei.
 - Espero que nunca.
 - Porque?
 - Porque sempre que eu disser, vai ser surpresa.

Nós dois sorrimos
e continuamos
andando.


(SRed)

Um almoço ambiente.


Com uma quentinha
de churrasco,
cheio de carnes frias
e uma pepsi em temperatura ambiente...
A gente se divertiu.

Ela fazendo chacota
dos repórteres investigativos:

 - VOCÊ É USUÁRIO?
 - Não, senhor.
 - DESDE QUANDO?
 - Desde sempre, senhor.

Muitas risadas
e mesmo pegando um engarrafamento
saindo da casa dela.

Lembro agora,
e volto a sorrir.


(SRed)

domingo, 2 de setembro de 2012

Só ela.


Vou dormir agora
depois de ouvir a sua voz
e o seu sorriso,
sabendo que as coisas
estão no caminho certo
e que só depende da gente,
a maioria das coisas
que estão ao nosso redor.

Estamos nos esforçando
e tentando acertar,
e só o fato de tentar
já me deixa mais esperançoco
com os dias que estão por vir.

 - Dorme bem amor... ah, e não esquece aquela coisa... - Eu disse.
 - Que coisa, chato?
 - Que eu te amo.
 - Eu também te amo, chatinho.


(SRed)

Cara-de-pau e bom humor!


Ela consegue melhorar
pequenos momentos,
com doses de humor
e boas doses de cara-de-pau,
ela me tira do sério.

A tímidez
ainda está nela,
é parte de sua personalidade,
mas as vezes não parece
aquele menina que conheci
ou talvez ela sempre tenha sido assim
e só precisava
de um pouco de tempo
ou de um "empurrãozinho"
para se soltar.

Hoje, no meio do mercado,
ela cantou uma música
de Paula Fernandes
com os braços para o alto,
com caras e bocas
e de olhos fechados.

Sempre que lembrar,
vai me tirar sorrisos.


(SRed)

Compras do Mês.

Hoje acordamos cedo
pra ir ao mercado.
Foi a primeira vez
que fizemos compras
de verdade.

E se não fosse por ela,
eu não teria comprado
comida de verdade.

Voltamos do mercado cansados
e fiz aquele velho macarrão.
Não ficou bom como outras vezes,
mas mesmo assim
comemos e dormimos
a tarde toda.

Quando acordamos,
nos curtimos e depois
ela foi pra casa.

Uma dia pra se lembrar.


(SRed)

segunda-feira, 23 de julho de 2012

TV Quebrada

De todos os momentos
que tivemos
nesse fim de semana,
eu destaco
a tv quebrada.

Foi divertido
como sempre,
mas quando a tv quebrou
sozinha,
mo meio da noite,
fomos deitar
um pouco,
ouvir uma boa música
e recordar.

Uma sequência
de músicas em ordem cronológica,
feita por mim,
que marcaram
nossos dias.

Lembramos de tudo
ou quase tudo.
Do primeiro beijo
até os dias de hoje.

Nos olhamos com tanto carinho
que nem percebemos
quando pegamos no sono
abraçados.

Foram boas risadas,
ótimas lembranças
de um tempo que não volta mais,
mas que explica bem
o que nos trouxe
pra perto
um do outro
e nos torna
ainda mais seguros
do que virá pela frente.

(SRed)

quinta-feira, 19 de julho de 2012

De Repente

Ela me ligou a tarde
e começamos
a conversar
cheios de cuidados
e de repente
as coisas
já estavam boas de novo.

Quando passa
um dia
em que não estamos bem
é muito complicado
e tudo fica incompleto
de alguma forma.

Adoro poder ouvir
a voz dela sorrindo novamente.
Voltei a ficar bem
comigo e com ela.

(SRed)

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Vaga Perdida

As vezes,
a gente
não consegue conversar
sobre assuntos sérios.

As coisas sempre
saem do controle
e acaba sendo mais fácil
dizer que não quer conversar,
do que encarar
as coisas de frente
e resolver.

Não sou bom
em consolar as pessoas.
Prefiro informar
o que está errado
e mostrar uma alternativa
para melhorar.
E se eu puder ajudar,
estarei do lado
sempre.

Mas isso
não aconteceu nessa
noite.

Perdi a paciência
e deixei ela se manifestar
quando quiser,
se quiser.

Quem precisa de apoio,
procura.
Ela sabe onde me encontrar.

(SRed)

terça-feira, 17 de julho de 2012

Macarrão na Ribeira

Nos encontramos
no trabalho dela,
trocamos o carregador
do meu celular
e fomo pegar o ônibus.

No caminho,
que estava engarrafado,
comentamos
sobre um grupo
de turistas,
especulando
suas nacionalidades
e tentando saber
o que eles falavam.

Passamos no mercado
e como sempre,
é uma diversão.
Sempre uma piada
ou um comentário engraçado
que torna
o simples
muito mais gostoso.

Compramos
os ingredientes
para um bom macarrão
e fomos para casa dela.
Depois de pronto,
foi só alegria.

Me apaixonei
por ela novamente
e isso me faz
seguir em frente.

(SRed)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Da gente.

Vestido branco
e curto,
com rosto de mulher
maquiada.

Quentinha de qualidade,
com boa carne
e boa quantidade.

Meu cabelo
bagunçado
e minha camisa
suja de maquiagem
e tudo
aqui escrito
é só um pouco
da nossa
intimidade.

(SRed)

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Melhor Assim

Essa semana
nos vimos mais.

Com o intervalo
entre o trabalho
e o curso,
fui mais vezes
na casa dela.

Almoçamos,
tomamos sorvete,
visitamos pet shops,
fomos ao supermercado,
a praia...

Enfim,
foi uma semana
muito boa.

Me sinto
renovado
em todas essas
situações.

(SRed)

domingo, 8 de julho de 2012

"Aqui tá tão bom."

Não sabia
que era viciado em computador
até sábado.

E a forma
como fiquei sabendo,
não foi das melhores.

Ela teve um dia difícil
até conseguir
ficar comigo
e eu fiquei
no computador.

Ela não gostou,
com razão,
e queria ir pra casa.
Eu não deixei,
conversamos
antes de tomar
qualquer atitude
e tudo terminou bem.

Nosso fim de semana
foi mais uma vez
muito intimo
e muito bom.
Com direito a ficarmos
enjoados
de tantas guloseimas.

Ainda fomos ver
o novo filme
do Homem-Aranha
e terminamos a noite bem agarrados.

Nossa filha no sofá
e a gente no colchão
no meio da sala.

- Quer ir pra cama? - Perguntei
- Não, aqui tá tão bom! - Ela respondeu

A simplicidade
continua ao nosso redor
e a nos fazer bem.


(SRed)

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Todo sono.

Dormimos das 19hs
as 5hs do dia seguinte.
Acordamos algumas vezes
durante a noite
e depois para trabalhar.

Ela reclamando
que estava sem maquiagem
e eu lembrando
o quanto ela é linda.

Desejei bom trabalho
e me despedi.
Agora o cheiro dela,
no travesseiro,
me aguarda
até o momento de dormir
de novo.

(SRed)

sábado, 16 de junho de 2012

Os risos dela.

Chegamos em casa
no meio da tarde
e deitados no sofá,
com a companhia
da minha mãe
e da nossa filhota,
assistimos um filme antigo
e o que era pra ser
uma tarde comum,
se tornou uma tarde
boa de ser lembrada
com tantos risos.



Ainda consigo lembrar
das gargalhadas
que ela deu.

(SRed)

domingo, 10 de junho de 2012

Muito molho.

Semana de horários apertados
e o que sobrou
foi o tempo
entre o fim
da jornada de trabalho
e a aula que começa
as 18hs.

Almoçamos
aquele velho spaghetti
com um bom molho
e depois
foram só boas conversas
e boas risadas
até anoitecer.

Me apaixonei
novamente por ela
e ela sabe disso.

(SRed)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Nossa "Filha", Bellinha!

Sentadinha, de castigo!

Deitada, na preguiça! 

Dormindo, o que faz de melhor!


Tava devendo
umas fotos dela.

(SRed)

Carreto.

Fim de sábado
e metade do domingo
muito cansativos.

Fui dormir quase 6hs
de domingo,
arrumando as coisas
para a mudança.

A mudança começou
as 9hs
e foi super cansativo.
Meus braços estavam
no limite das forças,
mas terminei
e depois de comer
uma lasanha,
fui dormir.

Acordei pouco mais
de 1h depois
e ela estava comigo.

Fomos ao novo apartamento
e arrumamos o básico.
Fazer isso com ela
foi muito legal
e me ajudou bastante
a relaxar
num fim de semana
tão agitado.

Depois de colocar as coisas
no lugar,
tomamos um bom banho,
cheio de boas risadas,
e fomos deitar
num colchão
no meio da sala.

E como eu já disse,
ela sabe como melhorar
tudo ao meu redor.


(SRed)

sábado, 26 de maio de 2012

Indiferença

"O meu lugar é ao seu lado,
o seu lugar é comigo
e o nosso lugar
é onde cabem dois sorrisos."


Escrevi esse texto,
de qualidade infantil,
pouco antes
de uma conversa ruim
que tivemos.

E depois de uma semana
inteira de conversas
onde parecíamos
desconhecidos.

Mas agora
isso não faz diferença.
E nem deveria.


(SRed)

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Dias Complicados.

Com uma mudança
de apartamento pra ser feita,
trabalho desgastante,
e cursos a serem feitos,
passei por momentos ruins.

Não conseguia dormir,
nem comer direito,
mas o fim de semana chegou,
e ela me ajudou
a colocar as ideias no lugar.

Voltei a dormir bem,
consegui resolver
os problemas aos poucos
e as coisas estão se encaminhando
bem.

Ah...
ainda teve uma sobremesa
deliciosa,
que ela fez.
E que voltará a fazer
depois que me viu devorar
em tão pouco tempo.

Sou um homem de sorte.


(SRed)

domingo, 6 de maio de 2012

Mais

- Um dia quero te fazer tão feliz quanto você me faz. - Eu disse
- E se você já fizer? - Ela respondeu
- Quero fazer mais!

Nós dois em casa
com a nossa "filha",
preparando algo pra comer
a noite
e todo o resto
sendo deixado
para outro dia.


(SRed)

quinta-feira, 3 de maio de 2012

730 dias com ela

Troca de presentes
a meia-noite,
sono bom
de um feriado
com cara de domingo,
comida boa depois das 15hs,
um bom filme
de super heróis
depois das 17hs,
um susto rápido
de um quase atropelo,
uma conversa cinza
no meio da alegria
e ela salvando a noite
com a música do primeiro beijo.

Feliz dois anos, amor!

(SRed)

Toca Preta

Dizem que a intimidade
estraga tudo.

Eu posso concordar
com isso
em algumas partes.

Ela, agora,
usa toca na minha frente.
Engraçado, pois isso
não acontecia há um tempo.
E ela ainda me pede
pra ajudar a arrumar.

Chamo-a
de minha "bandidinha"
quando coloca a toca preta
e ela sorri.

Continua linda e perigosa.


(SRed)

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Febre e Sorriso

A caminho da casa de um amigo
fiquei olhando os prédios,
as esquinas
e o pensamento nela.

Comecei a cantar,
baixinho,
uma das músicas
que ouvimos juntos
e a saudade aumentanto.

Entrei
e deitei um pouco.

Estou com febre alta,
mas a saudade
e o pensamento nela
é o que me faz sorrir
agora.


(SRed)

quarta-feira, 18 de abril de 2012

A Passagem do Tempo.

O fim de semana
veio, mais uma vez,
pra colocar as coisas no lugar.
Ficamos juntos,
conversamos,
rimos
e fica claro
que o sentimento que nos une
está cada vez mais forte
e se modifica
com a maturidade que é adquirida
com o passar dos dias.

Eu poderia descrever
esse final de semana
da mesma forma
que descrevi muitos outros,
mas toda vez é diferente,
é melhor em algum ponto
e agora
eu estou aprendendo
a ver isso claramente.

Me perco
e me acho
em todos esses momentos.


(SRed)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Sexta-Feira 13

Poderia ser
um dia lembrado
por acontecimentos bons,
mas atualmente
pequenas coisas
tiram completamente
a minha paciência
e depois
de algumas ligações perdidas
o dia terminou mal
entre a gente.

Mais uma vez.


(SRed)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Tudo torto.

E o dia fica amargo,
o trabalho esmaga,
a voz das pessoas irrita,
o silêncio não acalma,
as horas passam devagar
e o sono não chega...

Quando a gente
não está bem
eu não consigo ficar
de outro jeito.

Mas passa.

(SRed)

domingo, 8 de abril de 2012

Os dias.

Que esse sentimento se prolongue,
que aumente
e se intensifique
ainda mais
com o passar dos tempos.

É maravilhoso
acordar e olhar nos olhos dela,
e ter a cabeça dela
no meu peito.

No frio,
no calor,
assistindo filmes,
ouvindo musica,
dormindo,
cantando,
conversando...

vivendo.

Obrigado, amor!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Voltei...

Um bom tempo se passou
entre o ultimo post e esse.

Já compramos uma cadela,
já brigamos,
já fizemos a pazes
e eu já pensei em apagar o blog
várias vezes.

Mas não é necessário, ainda...

Voltei à ativa.


(SRed)

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pra fora... pra felicidade!!!

Domingo bom se ser lembrado.
Passamos uma parte do dia olhando
os classificados no jornal,
procurando alguma oferta interessante
e imaginando um futuro próximo.

A noite chegou
e quase dormimos na casa dela,
mas acabamos dormindo num hotel,
fazendo a nossa farra,
comendo besteiras
e dormindo sob o mesmo lençol.


(SRed)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Um pouco de cor.

Nos vimos hoje.
Eu estava com a minha camisa de Chaplin,
atendendo o seu pedido.

Ela estava linda,
tímida e cheirosa como sempre.

Salvou meu dia
em preto e branco.


(SRed)

sábado, 28 de janeiro de 2012

Sem um plano B

Passei uma parte do dia lembrando
da conversa de ontem.
Ela falando que se a gente não der certo
ela vai ter que voltar pra casa da mãe...

Esqueci de dizer
que se ela me deixar,
eu nem tenho pra onde voltar.

Não fico pensando
nas coisas ruins,
são as coisas boas que me fazem acreditar
que vai dar certo,
meu único plano
é ficar com ela.


(SRed)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Mudanças...

Conversamos sobre ela vir morar comigo
mas a conversa não foi boa.
Não quero mais ficar esperando
por respostas e por atitudes
que nunca chegam.

E por outro lado
ela tem medo da gente não dar certo
e ela ter que voltar.
Gostaria de dizer que estou bem
mas não sou bom em me enganar.

O ano mal começou
e posso dizer que de novo
ele só tem a numeração final.


(SRed)

sábado, 21 de janeiro de 2012

O roxo.

Fim de semana
um pouco agitado,
com aniversário
do futuro padrinho do meu casamento,
uma boa noite de sono,
um cochilo na tarde de domingo
e uma mordida na bochecha.

Tudo valendo a pena.


(SRed)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Funciona.

Dias bons, dias ruins
e quando as coisas
não estão como eu gostaria,
lembro de todos os momentos
em que ela me fez perder o fôlego,
lembro de todas às vezes
em que a felicidade não cabia em mim.

E assim,
eu coloco a cabeça no travesseiro
e tento dormir.
Demora um pouco,
mas sempre funciona.


(SRed)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Fica tranquila, velha!

Ela passou mal
e veio pra minha casa.
Minha mãe achando que ela estava gravida
deu alguns conselhos
e dicas pra passar o enjou.

O fim de semana
passou rápido demais,
agora fico sentindo a sua falta.

(SRed)

domingo, 15 de janeiro de 2012

Estranho sem respostas.

Eu estou estranho
e nem sei porque.
Ela só sabe
que estou estranho,
mas não fala
e quando pergunto ela foge do assunto.

Ela é boa nisso.

(SRed)

domingo, 8 de janeiro de 2012

Um pouco de paz pra alegrar o dia.

Uma ligação de quase uma hora
e tudo está tranquilo novamente.
Penso que quando queremos,
somos bons em fazer as pazes,
em melhorar as coisas
e em deixar tudo mais leve.
Encarando a dureza dos dias
com certa graça.

Encontrando no outro
aquilo que falta
pra poder colocar a cabeça no travesseiro
e dormir de verdade.


(SRed)

sábado, 7 de janeiro de 2012

A noite eu me deito... e só.

As vezes a frieza é tão simples
mas marca tanto.
E o que tinha tudo
pra ser um dia tranquilo,
termina com o gosto amargo
de deixar algo incompleto.

Nesses dias eu penso na gente
até a cabeça não aguentar mais
e durmo só por necessidade,
acordando no outro dia
como se o tempo tivesse passado
rápido demais.


(SRed)

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

$$$ ?

O réveillon com ela
foi muito bom,
mas o clima entre a gente
não ficou bom
por muito tempo.

Queria ficar mais tempo
perto dela,
mas ela preferiu sair mais cedo de casa
pra fazer hora extra no trabalho.

Estamos dando valores diferentes
as pequenas coisas
que nos cercam.


(SRed)