sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Imprudência.

Dia ruim.
Me irritei muito com ela, ontem
e quase não dormi.

Também passei
todas a manhã
pensando na nossa conversa.

Nos falamos um pouco
e trocamos algumas mensagens,
mas a cabeça continua ruim
e o dia sabe bem como acompanhar.


(SRed)

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Alguns Sorrisos de Saudade.

- Amor, qual vai ser a primeira coisa que você vai fazer quando me ver? :)
- Sorrir! ;)

E a felicidade se mantém
nos pequenos gestos...

(SRed!)

Com Ela!


Um almoço simples,
o vento da praia,
o brilho do sol no rosto dela,
o pôr-do-sol deitados na grama,
uma noite fria debaixo dos lençóis.

Dia perfeito.


(SRed!)

Mudanças.

Às vezes
queria saber o que ela pensa,
entender algumas reações
ou a falta delas.
Mas isso é querer demais.

Passo uma boa parte do meu tempo
pensando na gente
e o que eu poderia fazer
pra que as coisas
que estão boas
permaneçam assim.

E no fundo
não quero admitir
que tenho medo
das coisas mudarem
muito com o passar do tempo.

Eu sei que é inevitável,
mas espero que essas mudanças
nos unam ainda mais.

E só.

(SRed!)

Feliz 18 meses!

O dia passou normalmente,
vimos um filme
sobre uma doença contagiosa
e depois de algumas voltas
fomos pra casa.

Chovia um pouco
e colocamos um filme
enquanto o sono
não vinha.

- Quando quiser dormir é só se virar pra mim. Certinho?

Ela fez que sim
com a cabeça
e não demorou muito até que ela virasse.

E naquele momento
o dia fez sentido pra mim.


(SRed!)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Indo.

Nada se compara a sensação
de acordar ao lado de alguém
que por amor
você faria tudo.

Durante todo o dia
tive a impressão
de estar livre
de todos os males cotidianos
e fico feliz
por ela ser a responsável.

Enquanto a olhava
entrando no ônibus,
percebi que voltava a ficar
sozinho.


(SRed!)

Barulho na Janela

Acordei no meio da noite,
chovia bastante
e como gosto de observar a chuva,
fiquei na janela por um tempo.

Queria tanto
que ela estivesse comigo,
mas não estava
e isso, entre a gente,
é normal.

Fiquei por mais um tempo
até o sono voltar
e ele só veio
quando eu já deveria
estar de pé.

(SRed!)

Momentos.

Os dias
não estão muito bons.
A distancia entre a gente
vai me deixando pra baixo
e no meio disso
todo o processo
até que a gente more junto
não ajuda muito a melhorar as coisas.

Com isso
percebi que ando mais estressado
do que antes,
mas tomando cuidado
pra que isso não nos afete.

Sendo que isso
é o mais difícil.


(SRed!)

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Fome!

- Se a gente já estivesse morando juntos, você faria o quê pra eu comer quando chegasse em casa? - Perguntei.
- Miojo, hahaha.
- Hahaha sacanaaaa! Ia fazer miojo? Nem vale!
- Porque não vale?
- Porque miojo não mata a fome! - Eu disse.
- Só a sua BICHOOOO!
- Hahaha já via que quando a gente casar vou passar fome!
- SE PENSA ISSO DA SUA FUTURA ESPOSA NEM SEI O QUE PENSAR!
- Hahaha e a saga do drama da tchuca RECOMEÇA! Hahaha
- NÃO TEM RECOMEÇO NENHUM!

Foi uma bela noite,
como muitas outras.


(SRed!)

O sorriso.

Semana complicada,
alguns dias divertidos
e outros completamente difíceis,
tristes...

Domingo,
ela atravessa a cidade pra me ver
e eu atravesso a cidade pra levá-la
de volta pra casa.
O que aconteceu nesse dia
é simplesmente
impossível de descrever.

Mas posso dizer uma coisa...
aquele sorriso muda tudo.
Coloca todas as coisas no lugar,
trás minha felicidade de volta.

É isso...
o sorriso da mulher
que eu amo.


(SRed!)

Não precisa sentar.

Depois de dois momentos
de tonturas insuportáveis
e depois de perder a voz,
fomos a um hospital,
apesar de que eu odeio esses lugares.

Tomei duas injeções
que não me deixaram sentar
por algumas horas
e ela quase morreu de rir
da minha cara.

Um dia muito bom
com a chuva que caiu agora.


(SRed!)

Esperando um pouco.

Marquei com ela
numa estação de ônibus
as 12:20hs
e se passaram
mais de 30 minutos
até ela chegar
e o meu humor
já não estava dos melhores.

Ela me viu de longe,
me deu um longo abraço em silencio
e pronto.

Estava tudo bem novamente,
porque ela sabe
como deixar as coisas numa boa
sem fazer muito esforço.

(SRed!)